Inteligência emocional nas vendas: como utilizá-la para conquistar os clientes

Inteligência emocional nas vendas

Você já ouviu falar em inteligência emocional nas vendas? Se sim, sabe o quanto esse conceito vem crescendo no mercado atualmente. Caso não saiba o que é, talvez você esteja perdendo um forte aliado para vender mais.

Afinal, a inteligência emocional nas vendas é uma habilidade que ajuda os vendedores nas tomadas de decisões, tanto para eles mesmos quanto para os seus interlocutores. Assim, é possível entender seus sentimentos e os sentimentos de outras pessoas e, também, saber lidar com essas emoções.

Neste artigo vamos explicar o que é e como utilizar a inteligência emocional nas vendas com algumas dicas para você inserir esse conceito em sua vida profissional.

O que é inteligência emocional?

A inteligência emocional é um conceito da psicologia que aponta como o indivíduo pode ser capaz de identificar seus sentimentos e suas emoções com mais facilidade e, assim, saber lidar com eles de forma mais clara, consciente e inteligente.

Uma pessoa que possui inteligência emocional, além de entender mais sobre aquilo que sente, também é capaz de lidar com os sentimentos de outras pessoas de maneira mais empática e compreensiva.

Este conceito vem sendo utilizado em diversos âmbitos, inclusive na vida profissional. É uma maneira de tratar situações adversas de maneira diferenciada, o que ajuda a compreender aquilo que acontece com mais calma e, também, a tomar decisões mais assertivas.

Como utilizar a inteligência emocional nas vendas?

Quando falamos sobre ter inteligência emocional nas vendas, entendemos que essa habilidade é útil com relação à persuasão que o vendedor possui perante o cliente. Ter o controle sobre seus próprios sentimentos é fundamental ao abordar um consumidor e fechar a venda.

Caso não consiga controlar seus sentimentos, fica mais difícil para que ele consiga concluir a negociação, já que podem acontecer objeções, falta de segurança do cliente, entre outros contratempos.

E é justamente nessas situações que a inteligência emocional nas vendas é determinante. Possuir o total controle de suas emoções é essencial para comandar a negociação, estar um passo à frente e garantir o fechamento da venda.

4 dicas para utilizar a inteligência emocional nas vendas:

Claro que para desenvolver a sua inteligência emocional você precisa ir atrás de novos conhecimentos. Cursos, palestras, livros, entre outros meios são essenciais para que você aprenda as melhores técnicas e conquiste essa nova habilidade.

Mesmo assim, oferecemos a você algumas dicas para que você comece a utilizar a inteligência emocional nas vendas:

1 – Tenha uma boa conversa inicial

Neste primeiro ponto a linguagem corporal conta muito. Portanto, receba o seu cliente com um sorriso, seja atencioso e busque ser agradável com ele.

Mostre a ele que você tem interesse naquilo que ele tem a dizer e que você fará o possível para atendê-lo da melhor forma.

2 – Tenha empatia

Ao saber aquilo que o cliente procura, tenha empatia ao entender se é realmente aquilo que ele precisa. Isso dá a impressão de que você não quer apenas vender, mas sim satisfazer o interesse dele.

Essa mesma empatia deve ser exercida em casos de reclamações. O melhor a fazer é se colocar no lugar do cliente: você estaria incomodado se aquela situação acontecesse com você? Portanto, procure compreender as dores que o consumidor tem e mostre que você irá resolver essas questões o quanto antes.

3 – Demonstre conhecimento

Mostrar ao seu interlocutor que você domina o tema discutido é uma excelente forma de passar segurança e confiança. Sendo assim, demonstre o seu conhecimento e assuma o controle da situação.

Mas claro, faça isso sem soar arrogante, já que isso pode acabar sendo prejudicial na negociação. Procure manter a humildade, mesmo que seja um especialista no assunto.

4 – Procure conhecer suas forças e fraquezas

Ao realizar uma autoanálise, você entenderá os pontos que você se destaca e aquilo que você precisa melhorar. Quando você não tem confiança em si mesmo, as chances de demonstrar insegurança são grandes, então busque melhorar naquilo que você entende como fraqueza.

Não se esqueça: ninguém nasce sabendo sobre tudo, mas você é capaz de aprender. Logo, vá atrás daquilo que o fará evoluir em sua vida profissional e, até mesmo, pessoal.

Gostou das dicas? Compartilhe com as pessoas que conhece e clique aqui para ver mais artigos do nosso blog!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin