Aprendizado e diversão: como a gamificação nos treinamentos faz a diferença

Gamificação nos treinamentos

A gamificação nos treinamentos está em alta hoje em dia. As empresas, além de estarem mais conscientes com relação à capacitação dos seus trabalhadores, apostam mais em inovações como estratégia para prender a atenção.

E é nesse momento que a gamificação nos treinamentos se destaca: faz com que os participantes estejam atentos por meio de dinâmicas, engaja os profissionais ao propor competições e, o mais importante, faz com que todos aprendam mais graças ao momento de descontração.

Ao aliar o aprendizado à diversão, o treinamento gamificado mantém os colaboradores atentos ao treinamento, o que é cada vez mais difícil atualmente. Mas esse formato soluciona esse problema.

Os impactos da gamificação nos treinamentos

Ao investir em um treinamento gamificado, a empresa não só está apostando na capacitação dos colaboradores, mas também está investindo em conquistar melhores resultados, seja no aumento nas vendas ou na satisfação do cliente.

Como já citado, a gamificação nos treinamentos faz com que o participante realmente aprenda o que está sendo proposto. Apesar de não parecer, é cada vez mais difícil fazer com que os trabalhadores fiquem atentos, já que há muitas distrações que passam pela sua cabeça.

Em tempos de acesso à internet e redes sociais, prender a atenção das pessoas se torna uma missão bastante difícil. Mas a gamificação resolve essa questão de diversas formas:

  • O treinamento gamificado utiliza os smartphones como ferramentas, por meio de aplicativos ou outras plataformas;
  • A gamificação propõe competições entre os colaboradores, nas quais os vencedores podem receber algum prêmio;
  •  Por ser um jogo, os usuários ficam entretidos e se divertem enquanto aprendem.

Este último tópico talvez seja o mais impactante quando falamos em gamificação nos treinamentos. Quando o aprendizado é aliado à diversão, a tendência é que os colaboradores retenham mais as informações, já que o cérebro associa esses conhecimentos às experiências que cada indivíduo vivencia.

Por exemplo, uma pesquisa produzida pela TalentLMS mostrou que 83% dos trabalhadores disseram se sentir mais motivados com treinamentos gamificados, em comparação com os treinamentos tradicionais. Já para aqueles que se sentiam entediados, o número caiu de 49% para apenas 10%.

E mais: o relatório 2018 Workplace Learning Report, produzido pela rede social LinkedIn, apontou que 68% dos colaboradores preferem aprender na prática, enquanto 58% querem aprender no seu próprio ritmo.

Os treinamentos tradicionais – aqueles que possuem um ou mais palestrantes que fazem uma apresentação via slides – já são vistos como ultrapassados e, em muitos casos, até mesmo tediosos. Com isso, uma capacitação mais divertida e dinâmica acaba por engajar mais os participantes.

Treinamento e motivação

Os treinamentos por si só impactam diretamente na motivação dos funcionários. Quando a empresa investe em capacitar os profissionais, eles se sentem mais valorizados e percebem que são parte importante da organização. Além disso, é uma maneira deles poderem evoluir em suas carreiras.

Mas a gamificação nos treinamentos traz alguns diferenciais que também impactam na motivação:

Interação entre os participantes

Por ser uma dinâmica de jogo, no qual os envolvidos competem entre si, os colaboradores acabam por ter um momento de descontração, o que faz com que eles interajam e se conheçam mais.

Feedback instantâneo

Quando o funcionário comete um erro durante o treinamento gamificado, imediatamente ele sabe qual foi sua falha e, por consequência, aprende mais.

Aprendizado

Ao finalizar a capacitação, o colaborador sai fortalecido e mais preparado para as suas atividades do dia a dia, o que fará com que sua produtividade aumente e o tornará um profissional ainda mais qualificado.

Ou seja, investir na gamificação dos treinamentos é, sim, uma boa forma de ensinar os colaboradores e mantê-los motivados e engajados. Quer saber mais sobre o tema e sobre como a Play2sell pode te ajudar? Clique aqui e agende uma reunião com um dos nossos consultores.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin